Todos de Jesus -- Igreja Progressista de Cristo - - - - - - - - - - - - - - - -
 
  Início
  Antes de tudo entenda o conceito
  Bíblia e Sexualidade
  Artigos
  => Santos gays?
  => Quem mostra o amor de Jesus?
  => A população glbt e os jesuítas
  => Símbolos GLS
  => Adam & Steve
  => Contrato ou Testamento?
  => Antes de se assumir, algumas orientações
  => O que é um "ex-ex-gay" ?
  => Conheça a cura para a AIDS
  => Os canhotos, a igreja e os homossexuais
  => Conheça a história de "Brenda"
  => Crianças Transgéneres (Superinteressante)
  => Praticando a Justiça
  => Fatores biológicos!
  => Animais gays confundem Darwinistas
  => Maravilhosa Graça
  => Júlio Severo, pregador do preconceito
  => Temática gay nos X-men
  => IPC Entrevista
  => A doença dos preconceituosos
  => Sangue e Preconceito
  => Esta é uma história real
  => As perguntas de Gabriel
  => Livro: Ser gay e cristão é possível
  => Entrevista com o Pr. Kleyton Pessôa
  => 5 mitos sobre homossexuais são derrubados
  => uma pergunta capciosa
  Vídeos
  Notícias
  Humor
  Perguntas Frequentes
  Livros
  Homenageados
  Em que acreditamos
  Fale Conosco
  Ajude nosso ministério
  receba as novidades por e-mail
  Área de Membros
Júlio Severo, pregador do preconceito

 

"Com efeito: Não adulterarás, não matarás, não furtarás, não darás falso testemunho, não cobiçarás; e se há algum outro mandamento, tudo nesta palavra se resume: Amarás ao teu próximo como a ti mesmo. O amor não faz mal ao próximo. De sorte que o cumprimento da lei é o amor." (Romanos 13. 9,10).

 

 O pregador do preconceito

 julios

Quem é Júlio Severo?

 

Ele se posiciona como um crítico ferrenho do comportamento gay, que combate com argumentos religiosos, sociológicos e políticos. Diferentemente de outros cristãos, que fazem da própria trajetória a motivação para sua militância, Severo, de 43 anos, garante que nunca teve qualquer envolvimento com a homossexualidade – é casado e pai de três filhos – e se diz um ativista pró-família, chamado para salvar o Brasil de uma “ditadura homossexual”. (Revista Cristianismo Hoje)

 

Júlio Severo é um fanático e homofóbico pregador evangélico ao estilo xiita. Que dedica sua vida de “cristão”, não a pregar e ensinar o amor de Cristo, mas sim a proclamar o ódio aos homossexuais.

 

 

(Júlio Severo faz o que faz, e se alguém falar contra ele - é perseguição religiosa)

 

 

 

A principal atividade do Júlio é passar os dias pesquisando textos e notícias sobre homossexuais para escrever contra eles e colocar em seu blog.

Ah, tudo bem, ele não faz apenas isto; nas horas vagas Júlio também se dedica a escrever contra o presidente Lula, contra Barack Obama, contra grandes escritores evangélicos como o Phillip Yancey, contra pastores e missionários como o Rev. Caio Fábio e a diretora da JOCUM, Bráulia Ribeiro.

 

“Severo é daqueles crentes quixotescos, disposto a lutar contra moinhos que talvez só ele consiga enxergar. Nas suas palavras, até mesmo o governo brasileiro teria interesse em pedir sua deportação por conta das críticas que faz a Luiz Inácio Lula da Silva. “O presidente faz defesa intransigente do homossexualismo e do aborto. Quanto ainda falta para considerarmos Lula e seu governo como possessos? Ele está acabando com a moralidade e a honestidade da sociedade”, dispara. O tom histriônico dá ao perfil de Julio Severo um contorno incendiário que ele faz questão de alimentar, e não apenas quando fala da homossexualidade. Ele defende, por exemplo, o direito de os pais crentes educarem seus filhos em casa (prática proibida pela legislação brasileira) como forma de mantê-los a salvo de supostas influências perniciosas da escola. Além disso, diz que o casamento é a solução contra a promiscuidade sexual entre os jovens evangélicos. “Querem sexo? Então, que se casem”, prega Severo, para quem as famílias não deveriam estimular seus filhos a postergar o matrimônio em busca de qualificação educacional e profissional, e sim, fazer justamente o contrário. É provável que poucos crentes concordem com ele, mas Severo avisa: “Quando meu livro foi publicado, muitos o acharam exagerado. Hoje me chamam de profeta.”” (Revista Cristianismo Hoje)

 

 

Os ultra-conservadores vêem nele um grande líder, quase um deus. Assim como Hitler foi visto pelos seus, a diferença é que Júlio não possui o poder de exterminar todos os homossexuais, mas se tivesse...

 

Júlio se considera um teólogo, mas jamais parou para examinar a Teologia Inclusiva; claro...  Pra que ele vai perder tempo estudando a Bíblia quando sua ocupação é pregar o ódio a um povo?

 

Outra similaridade é a hierarquização do pecado. Ele colocou os pecados das áreas sexuais e a homossexualidade no topo dos mais graves e que precisam ser denunciados, mas calou-se sobre os outros tão comuns em nossas vidas. Porque não denunciamos, de igual modo, a mentira, a corrupção, a fofoca, a inveja, a avareza, a hipocrisia que é tão presentes nas fileiras e púlpitos de nossas igrejas? Será que as “mentirinhas” que os pregadores às vezes contam ou as “fofoquinhas” e intrigas que rolam dentro das igrejas, passam despercebidas aos olhos de Deus?

 

A Bíblia de Severo diz assim:

 

“Ah, eu não sou Cristão liberal, também não me considero de esquerda. Sou um pecador perdoado, convencido pelo Espírito Santo e escravo da Graça de Deus. Acredito na Bíblia e, sem duvida, vou morar com Papai do céu quando morrer… Só não acredito em Julio Severo!!!!   Jesus me é suficiente!” (Wanderley Almeida)

 

Júlio esqueceu que Jesus nos manda amar ao próximo como a si mesmo (Mateus 22:39)

E se ele considera os homossexuais a motivação de sua luta, deveria saber também que Jesus mandou amar até mesmo aos inimigos (Mateus 5:44).   

 

Disse Jesus: “Todo aquele que o pai me der virá a mim, e quem vier a mim eu jamais rejeitarei” (João 6.37)


 

 


 
Leia também:
 

Dando ao Júlio o que é de Júlio!

 

 

 

 

 
   
Advertisement  
   
=> Do you also want a homepage for free? Then click here! <=